Sejam Bem Vindos ao Blog Twilight A Saga Contínua!!! Comentem As Fics!

Capitulo 22 - Solidão

Precisei de muita força para me controlar.

Meu peito doía quando pensava em Jake.

Eu respirava forte, tentando controlar os soluços.
E se ele não me perdoar?
Apoiei-me em uma arvore, até não conseguir mais segurar e simplesmente escorregar até o chão e chorar desesperadamente.
Me abracei , para tentar parar a dor...como foi que eu fiz isso?

Porque eu fiz isso?
Eu gritava essas perguntas para mim mesma, soluçando mais alto toda vez que não achava resposta.
—Bella? —Olhei para cima e vi Seth, ele estava com as mãos estendidas na minha direção, um olhar preocupado no rosto. — Você está bem?
Não, eu estava longe de estar bem.
Nem mesmo conseguia parar de chorar para responder a pergunta dele.

Então apenas balancei a cabeça negando.
Ele agachou do meu lado, meio sem saber o que fazer.
—Nessie está acordada, procurando por você. Quer saber se vai levá-la pra caçar. Se quiser eu faço. Você não parece mesmo bem.
Respirei fundo — minha respiração falhou—abri a boca para responder a pergunta de Seth, mais não saia som algum, apenas o choro ameaçando voltar.
Mordi meu lábio e senti as lagrimas escaparem.
Seth não disse mais nada.
Ficou sentado do meu lado enquanto eu chorava — vez ou outra dando tapinhas no meu braço.
Ele parecia sem jeito, sem saber o que fazer ou dizer.
Eu não o culpava.
Que homem está mentalmente preparado para lidar com ataques histéricos de mulheres?
Depois de um tempo que me pareceu infinitamente longo, me controlei o suficiente, para pedir que ele fosse comigo e Nessie caçar.
Eu estava em um humor miserável, e Nessie notaria se não tivesse ninguém para distraí-la.
Estava com sede, mais isso não tinha importância — minha garganta parecia permanentemente fechada.
Tive apenas controle suficiente, para correr ao lado de Renesmee e me sentar em meio às arvores — enquanto ela e Seth caçavam e brincavam.
Nessie perguntou por que estava tão seria.
Ela não é estúpida, notou minha expressão fazia e triste — só balancei a cabeça dando um meio sorriso pesaroso.
Eu absolutamente não conseguiria falar sobre isso com ninguém.
Foi bom ter trago Seth, comigo, ele logo a arrastou para longe.
Quando eles voltaram já estava controlada o suficiente para pensar em outros assuntos.
Seth sentou ao meu lado e Renesmee ainda brincava; Subiu em uma arvore e observava um ninho de passarinhos.
Mantive minha cabeça abaixada fingindo brincar com uma mecha do meu cabelo.
“Seth?”
Ele olhou para mim surpreso, por eu estar conversando mentalmente com ele.
Olhei para Renesmee ele seguiu meu olhar e assentiu, olhando em seguida para a floresta como se estivesse distraído.
“Lembra que falei que queria conversar com você?”
Não esperei confirmação para minha pergunta, ele só poderia ouvir, se ficasse assentindo Nessie notaria.
“Não é nenhuma novidade para você que os Cullen voltaram, e também que já sabem de Nessie e querem conhece - lá não é mesmo?”
Suas sobrancelhas se juntaram.

“Jake e eu havíamos decidido que Ness escolheria, conhece-los ou não. Ela não quis. Mais tomei uma decisão diferente hoje.”
Ele olhou rapidamente para mim pelo canto do olho.
Seria difícil explicar tudo então pensei rapidamente, apenas nos fatores que me motivaram a tomar essa decisão.
O crescimento acelerado, o tempo que ela poderia ter e o fato de Carlisle ser medico.
“Vou deixá-los participar da vida dela. Quero que ela tenha tudo. E eles são família dela também. Independente de toda essa situação.”
“Amanhã Carlisle vai examiná-la, ela ainda não sabe. Quero que você me ajude a convencê-la a deixar.”
Agora Seth olhava diretamente para mim — ele me encarava.
“Seth, por favor. Por ela.”
—Não quero fazer isso. Mas faz sentido o que você diz. Pode ser a única opção, no momento — falou com uma voz baixa, olhando para ela, suas sobrancelhas juntas de preocupação.
O crescimento acelerado de Renesmee era um sofrimento para ele. —Nessie.Desce daí queremos falar com você.
Ela desceu fazendo um biquinho desconfiado.
Sentou ao meu lado e não tirou os olhos de Seth.
—Vamos, não faça beiçinho. —Ele brincou beliscando seus lábios com o polegar e o indicador.
—A ultima vez que mamãe falou “quero conversar com você” — Eu rir e Seth também, ela imitou direitinho o modo como falo. — tinha a ver com... os Cullen.Já disse que não quero conhece-los. —Seu biquinho ficou ainda maior.
Olhei surpresa para ela, por ela falar o nome deles, era a primeira vez que ouvia.
E novamente notei como suas palavras saíram carregadas de ressentimento.
Um rancor que ficava fora do lugar na voz de uma criança.
Demorou uma eternidade para que Seth e eu convencêssemos ela aceitar ver Carlisle.
É incrível como Ness quase sempre consegue o que quer—todos nós somos escravos da vontade dessa criança.

Nós estávamos praticamente implorando a ela.
Seth a convenceu, como sempre, a desafiando com palavras como “medo de medico” e “esperava mais coragem de uma meia vampira”.

Corri ansiosa para casa esperando ver Jake.

Já estava anoitecendo, e ele ainda não tinha voltado.

Geralmente sua ronda era durante o dia ele já devia está em casa.
Passei a noite toda sentada em frente ao nosso quarto e...Ele não voltou.
Precisei de toda minha força de vontade para não sai procurando por Jake.
Ele precisava de tempo para pensar e não ajudaria nada se eu o atrapalhasse nessa hora.
Mas o que poderia está pensando para que demorasse tanto?

Ele sabia da verdade, seria assim tão difícil aceitar me perdoar?
Fui trabalhar sem nenhum animo, eu não me sentia bem, estava com sede e para piorar tudo também estava de mau humor.
É estranho como depois da transformação as emoções ficam incrivelmente intensas.
O mau humor a irritação, e tudo mais, parecem ser multiplicados por dez.
Então eu nem preciso dizer que tive uma vontade quase incontrolável de caçar e matar Jéssica lentamente, quando cheguei ao trabalho e encontrei a senhora Newton na loja — que pela primeira vez em um ano chegou antes de mim.
Algo na minha expressão a fez engolir o que quer que fosse falar comigo.
Era tudo muito irritante, ela ficou o dia inteiro me olhando pelo canto do olho, muitas vezes ficava abrindo e fechando a boca como se quisesse dizer alguma coisa e depois desistia.
Ela fez isso vinte nove vezes, suspirando a cada quinze minutos, enquanto arrumava o balcão pela décima vez.
Tentei manter a maior distancia dela possível, limpando o corredor, arrumando prateleiras, organizando o estoque que já estava impecável.
Os meus nervos estavam tinindo, estava em perigo de matar qualquer um a vista.
Enquanto tirava o colete — de um laranja horroroso, diga-se de passagem—, a senhora Newton finalmente decidiu o que dizer.
Ela veio na minha direção torcendo as mãos, nervosa.

—Então Bella, vejo que você já melhorou do mal estar que teve no sábado. —Como eu odeio o sarcasmo!
Por que não assumir logo que está morrendo de vontade de saber tudo que aconteceu na minha conversa com Edward para poder espalhar a Forks inteira,que já tenho uma filha?
Pelo menos com a vontade de morrer, eu poderia ajudá-la.

—É. — Respondi curtamente.
—Jéssica me disse que vocês tiveram um pequeno desentendimento, depois que os Cullen estiveram aqui. Quer me dizer o que aconteceu?
Me virei para senhora Newton com a expressão mais assassina do mundo.

Não conseguir controlar, minha paciência estava no limite.
Ela se sobressaltou quando olhou para mim, engolindo audivelmente.
—Ah. Jéssica e eu somos amigas desde o segundo ano quando estudamos juntas, é normal brigarmos às vezes. Como você disse foi só um pequeno desentendimento, nada que precise se preocupar. Quando nos encontrarmos de novo, nem vamos lembrar disso. —Sorrir me imaginando resolvendo esse “pequeno desentendimento com a Jéssica”.
Na verdade começou como um sorriso forçadamente educado e depois fui arreganhado meus dentes até que ela se encolher, dando o passo para trás.
—Bem... —Disse, e não questionou nem falou mais nada,como sabia que faria.

O medo era a melhor forma de lidar com humanos fofoqueiros.

Fechei a loja, e voltei para La push forçando o maximo da minha picape.
Como eu gostaria de poder larga-la e voltar correndo.
Depois da irritação a impaciência estava formando uma áurea tangível ao meu redor.
Jake já estaria em casa—Eu pensava freneticamente — talvez pudéssemos conversar antes de eu ir ver Carlisle.
Minha esperança virou pó, quando desci do carro.
Era Rachel que estava com Nessie me esperando e não tinha o cheiro do Jake em nenhuma parte perto da casa.
O quão magoado ele estava?Não veio em casa nem para comer!
Eu quase desistir de levar Ness para a casa de Charlie, a ausência de Jacob estava me matando por dentro.
Literalmente. Era uma dor permanente no meu peito.
Nunca imaginei que sentiria essa dor de novo, agora era muito mais intensa que quando Edward me deixou.
Por que quando Edward me deixou e eu pensei que ele não me amava mais, eu estava certa que ele não voltaria , seria apenas eu e minha dor.
Com Jake era diferente, porque ele me deixou por pensar que eu o havia traído... e esta sofrendo por isso.
E eu sofro pela distancia e solidão, pela dor que estou causando a ele.
Ele ainda me ama —eu sei disso — mas ele sente tanta repulsa pelo que aconteceu,que chega ao ponto de não suportar está ao meu lado.
Isso me machuca mais que tudo.
É tanta dor ,tanto sofrimento por todos os lados que eu me pergunto porque sempre que a minha felicidade parece perfeita algo vem e a arranca de mim?
Será que não tenho o direito de ser feliz sem sofrer mais?
Seria esse o equilíbrio, uma dose de felicidade para uma imensidão de dor?
Já tivera minha cota de felicidade e o que me restava agora era apenas dor e sofrimento?



Auto: Nick_ Fic

4 comentários:

jusara disse...

Nick, minha querida, eu te desejo do fundo do meu coração um Feliz Natal e um santo Ano Novo para que Deus possa alegrar mais a sua vida no seu dia a dia, no seu trabalho, com seus amigos & com sua familia e que seu 2011 possa ser de realizações plena em tudo que possas fazer...
Bom sobre a fic você arrasou gostei muito desse salto que deu a historia , não vejo a hora de poder ler mais sobre a trajetória de Bella e Renesme bjinhos dessa leitora que te admira muito. Fica com Deus

lorysblack disse...

Nick estou amando demais essa Fic,como ja disse só acho que tag faltando a visão do Jake!!E chorei nesse cap.kd o nosso Lobo??Ai ele tah sofrendo muito!!!Não tortura ele por muito tempo não!!!rs

lorysblack disse...

Vc vai me matar mesmo viu Nick rsrsrsrs entro varias vxs aki pra ver se vc postou menina!!!!
É o vicio que ta me tragando!!!!!!!!!!!!rsrsrsrs

Anônimo disse...

ñ para ñ!!!!escreve mais!!!!e o mais rapido q poder!!!!tô muito ansiosa pra saber do resto!!!!!! é um vicio isso!!! eu tbm entro varias vezes ao dia pra saber se vc postou alguma coisa a mais!!!!rsrsrs... tô adorando até agora...

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.