Sejam Bem Vindos ao Blog Twilight A Saga Contínua!!! Comentem As Fics!

Capitulo 24 - Companhia

Abri a porta e encontrei Embry, Quill e Jared, parados na pequena varanda.
Não completamente parados eles estavam tremendo.
Seus rostos estavam tensos,e suas narinas infladas.
Percebi que Rosalie também ficou tensa, Carlisle permaneceu calmo, porem estava claramente surpreso.
—Quill, Embry, Jared... Aconteceu alguma coisa com Jake?
—Não aconteceu nada. Podemos entrar?
Eu olhei preocupada para trás. Rosalie e Carlisle estavam o mais distante da porta que a pequena sala de Charlie permitia.
—Tudo bem, mais, por favor, fiquem calmos. Hoje não é dia para brigas.
Passei os olhos pela floresta que beirava o quintal de Charlie e ouvir mais lobos correndo perto da casa.
Jacob estaria com eles?
Perguntei a mim mesma.Depois pensei em outra pergunta:
Porque Jake não está com eles?
Os três entraram e seus olhos não saiam dos Cullen.
A tensão na sala era tangível.
—Jake soube pelos outros sang...Cullen, que alguém esteve aqui.Ele nos mandou vir proteger você e pegar o cheiro,para seguirmos o rastro. —Quill disse rapidamente, e parecendo incrivelmente desconfortável. —Quem quer que fosse não se aproximou da fronteira então veio direto para cá. Queremos pegar o rastro para segui-lo e reconhecer caso volte. —Depois acrescentou de nariz franzindo e uma voz que deixava claro se nojo — Onde o cheiro é mais forte?
—Eu não sei, está por toda casa, pode ir lá em cima, deve está no meu quarto também. —Quando disse isso Charlie que estava do meu lado disse um “Umpf” abafado estremeceu e abruptamente se virou para cozinha.
Era melhor assim; ele se distanciar de tudo que estivesse relacionado ao meu mundo.
Jared subiu as escadas meio de lado seus olhos nunca deixando os Cullen.
O nariz de todo mundo estava franzindo. — percebi — até mesmo o de Carlisle.
Olhei para Ness e ela ainda estava no colo e Rosalie que penteava os cabelos dela com as pontas dos dedos.
Ambas olhando tudo atentamente.
—Quill onde Jacob está?Porque ele mesmo não veio? — Perguntei ansiosa, mais logo me arrependi da pergunta, algo passou pelos olhos de Quill e Embry, não conseguir identificar o que era,mais pareceu preocupação e pena.
—Sam e Jake estão em alerta, vão passar a noite na floresta. —Ele deu de ombros.
—Poderia... pedir para ele vir aqui?
—Desculpa Bella... Acho que ele não vai vir.
—Tudo bem. —Sussurrei.
Jared já tinha descido e estava saindo, ele lançou um olhar mal humorado para Rosalie, seus olhos foram para Ness e os cantos da sua boca se curvaram para baixo.
Os Cullen continuaram em silencio e imóveis.
—Estaremos perto Bella, não se preocupe. —Quill disse se despedindo.
—Vocês poderiam esperar?Vou levar Nessie para casa agora.
Quill e Embry olharam para Nessie pela primeira vez e seus rostos também se retorceram vendo como Rosalie estava abraçada a ela.
—Vamos esperar lá fora. —Embry disse virando as saindo pela porta sem se virar,sendo seguido por Quill.
—E então Carlisle?
—Bella, pelo que pude ver, Ness, —Ele sorriu para ela. —, esta perfeitamente saudável. Não há nada de errado com ela. Vou fazer algumas pesquisas hoje. E depois volto para examinar você, e dizer o que encontrei.
—Obrigado de novo Carlisle. —Estendi o braço para Renesmee. — Vamos meu amor.
—Tchau linda. Estou muito feliz por te conhecer, Ness. —Rosalie deu um beijo na testa dela e suspirou triste quando Renesmee veio para meu colo.
—Tchau. — Ness sorriu para ela e Carlisle.
—Charlie daqui a pouco eu vou voltar. Não vai demorar muito, e não se preocupe com a comida que está no forno, vou voltar antes dela ficar pronta.
Assim que os Cullen saíram na Mercedes, entrei na floresta.
Quill e Embry esperavam por nós.

“E então Ness o que você achou de Carlisle, não foi tão ruim, não é mesmo?”
Perguntei mentalmente, os lobos estavam atrás de nos e pela cara que fizeram antes não estão nem um pouco feliz de ver Ness com os Cullen.
“Eu gostei dele. Gostei de Rose também... ela disse que eu sou a criança mais linda que ela já viu. Disse que queira ter me conhecido antes, mas mesmo me conhecendo agora ela já me ama.”
“Ela disse isso?” — Perguntei surpresa.
“Também perguntou se podia me visitar, outras vezes e não apenas quando Carlisle viesse me examinar.”
“E você o que respondeu? Que vê-la?” — Disse ansiosa.
“Eu quero, gosto dela.”
“Que bom.” Dei um beijo na testa dela. Satisfeita por essa situação está dando mais que certo.
Cheguei a La Push e imediatamente Seth saiu da floresta, seus olhos ansiosos apenas em Nessie.
Ele deve ter ficado louco de preocupação, é difícil para ele ficar longe dela, ainda mais sabendo que ha um potencial de perigo por perto.
Os lobos ainda estão tentando esconder dos Cullen quantos existem no total, então Seth, Leah, Collin e Brandy não tem permissão de ficar perto da fronteira.
—Seth leve Ness para dormi, para mim, por favor —Beijei o cabelo de Ness — Até amanhã querida. —Seth entrou para a casa de Billy praticamente interrogando Renesmee:
“O vampiro-doutor foi legal?Se não foi Ness pode me dizer, que eu vou ter uma conversa com ele...”
Mesmo Seth, não gostando dessa situação, ele parecia saber que é o melhor para ela.
E suas perguntas exigentes não passavam da preocupação normal,com relação a felicidade e bem estar e Ness.
Embry já tinha entrado na floresta e desaparecido, Quill deu um passo para trás preste a desaparecer também .
—Quill? —Ele virou e olhou para mim curioso. Eu fitei seus olhos, como se estivesse olhando para Jacob — Jake... Por favor, não... — Senti um nó na minha garganta. Fechei os olhos e mesmo com eles fechados as lagrimas escorram pelo meu rosto, respirei fundo e continuei falando. —não... não faça isso comigo.Eu não posso suportar mais.Por favor. —Implorei.
Ouvi um engasgo e abri os olhos.
Quill virou e correu para dentro da floresta.
Antes que ele sumisse por entre as arvores, um espasmo de raiva e dor passou por seus olhos... sabia que aquelas emoções não era dele.
E de novo não conseguir controlar a dor, parecia que uma lamina afiada passava pelo meu peito.
Lenta e incrivelmente agonizante.
Comecei a correr de volta para casa de Charlie, em uma tentativa idiota de fugir da dor .
Não adiantou, está em movimento não ajudou em nada, a dor continuou ali,parecia era aumentar conforme sentia a distancia entre mim e Jacob ficar maior.
Charlie não se moveu muito desde minha saída, ainda estava no sofá e se assustou com minha entrada.
—Foi voando Bells?Não se passaram nem dez minutos. —Falou brincando, quando não o respondi,ele piscou e pareceu perceber que eu não estava bem para brincadeiras. —O que houve Bella?Porque você esta chorando?
Balancei a cabeça sentindo as lagrimas descendo miseravelmente pelas minhas bochechas.
Charlie levantou e veio ficar do meu lado dando tapinhas no meu ombro, com meu estado emocional tão instável me descontrolei e o abracei, fazendo com que eu chorasse mais ainda.
Ele não disse nada, me deixou chorar por um longo tempo.
—Tudo bem pai, já estou melhor agora. —Funguei e fui até a cozinha tirar as batatas do forno. Fritei bifes e fiz uma salada para ele.
Sentamos a mesa em silencio enquanto comíamos.
Eu não tinha vontade nenhuma de comer, estava era morrendo de sede, mas Charlie merecia um pouco de normalidade.
— Bella, talvez não queira toca nesse assunto agora.Eu queria te perguntar isso já faz alguns dias...— Ele começou parecendo desconfortável com o que ia falar.
—Pode perguntar pai, o que quer saber? — Perguntei para encorajá-lo a falar, eu já sabia qual pergunta ele ia fazer.
—Ness já conhece Edward?
—Não.
—O que você e Jake decidiram, com relação a essa situação. Ness deve esta um bocado confusa com tudo isso.
Suspirei.
—Ah,pai.Tudo está tão complicado.Eu realmente não sei que atitude tomar sem machucar alguém.Cada decisão parece ferir uma pessoa diferente.
—É por isso que você e Jacob estão brigados.
Olhei para Charlie surpresa, estaria assim tão obvio?
Balanceia cabeça com medo de minha voz falhar. Ele colocou a mão no meu braço.
—Vai ficar tudo bem Bells, não se preocupe. Você e Jacob se gostam muito, de uma maneira ou de outra vão resolver isso. — Ele se espreguiçou. — Estava ótima a comida. Já vou dormi, vai subir também?
— Não vou ficar aqui e limpar a cozinha, não estou com sono.
—Boa noite então. — Charlie subiu as escadas de vagar se espreguiçando de novo.
Limpei a cozinha e a sala, e ainda estava longe de amanhecer.
Subi até meu quarto e o organizei também, mas não fiquei nele por muito tempo,o cheiro de Jake ainda estava lá e ao menos que eu fosse querer passar a noite toda cheirando o travesseiro dele enquanto me mato chorar,era melhor sair daqui correndo.
Fui de novo para sala e liguei a televisão, como sempre não passava nada de interessante.
Estava me sentindo sufocada aqui dentro, desliguei a TV, e peguei o saco de lixo.
Levei o lixo para fora, mas não queria voltar para dentro,então subi na arvore que tinha de frente a janela do meu quarto e me sentei em um galho.
Fechei os olhos sentindo o vento no meu rosto, a noite estava fria,era agradável.
Não conseguir por muito tempo não pensar em Jake.
A expressão de traição em seu rosto.
Suas palavras não saiam da minha cabeça
“Vai mentir,para mim?Dizer que não aconteceu nada?”
“Eu não consigo lidar com isso agora... Estou no meu limite.”
Será que é tão difícil assim para ele entender que é tudo na minha vida, que aquilo não significou nada?
Ele não percebe que eu sinto que vou morrer se ele não me perdoar e voltar?
Ele devia saber que ninguém mais importa para mim!
Estava muito perdida em pensamentos que não ouvi antes, agora era a única coisa que prendia minha atenção, o conhecimento que tinha alguém olhando para mim.
Com um pulo rápido sai da minha posição sentada e me agachei no galho em que estava sentada.
Quando reconheci o cheiro, Edward saiu detrás de uma arvore.
—Desculpe-me se assustei você, não era minha intenção.
—O que você está fazendo aqui? —Fiz cara feia para ele.
—Estou com Emmett e Jasper na floresta. Fazendo patrulhas, para pegar qualquer um que se aproxime de Forks novamente.
— A mantilha já está fazendo isso, não se incomode. —Demandei ainda agachada no galho.
Ele inclinou a cabeça para o lado, só agora percebendo meu estado de espírito.
—Estou incomodando você?
Eu queria dizer que sim—provavelmente não seria educado.
E ele não tem culpa por eu está de mau humor.
— Não. —Suspirei — Eu é que não estou muito bem hoje.
Ele sorriu e subiu na arvore sentando no galho do outro lado do tronco em que eu estava.
Voltei a me sentar e recostar.
—Você estava dormindo?Não queria te acordar. Não acha uma arvore um lugar estranho para dormi? —Ele perguntou curioso e depois seus olhos se tornaram provocativos — Sei que é vampira agora, mas não precisa imitar morcegos.
Eu quase sorrir da sua piada.
—Estava pensando.
—Deve ter muitas coisas para pensar... agora que voltei a complicar sua vida.
Eu sorri para ele — essa eu não podia negar.
Edward sorriu também , depois ficou serio.
—Eu vi na mente de Carlisle e Rosalie... acredito que pelo que vi.Você está tendo problemas com seu marido, não é mesmo?
Eu ignorei a pergunta dele.
Edward era a ultima pessoa a quem eu falaria sobre isso.
—Me diga Edward, o que aconteceu com Rosalie?Porque ela mudou tanto?
Primeiro ele não respondeu, esperando que eu respondesse sua pergunta,vendo que eu não falaria nada ,suspirou e falou.
—Não posso dizer muito.É a historia dela.
—Diga o que você pode então. —Falei petulante, estava morrendo de curiosidade para saber.
—Já contei a você o que aconteceu a Rosalie, o que levou a sua morte.
—Sim, parecido com o que aconteceu comigo em Port Angeles, só não tinha ninguém lá para salva-la.
—Rosalie sempre foi amarga por sua vida ter terminado quanto jovem. É a que mais luta com o que nós... somos.Ela sempre teve inveja de você, por ser humana... Por ter tudo: Uma vida inteira pela frente.Alternativas e escolhas que ela não pode ter. —Ele me olhava intensamente nos olhos,era quase desconfortável — Rosalie abriria mão de tudo para ser como você era. Até mesmo de Emmett. Principalmente para ser... mãe. Agora ela admira você, viu tudo que passou para ter Renesmee, e ela faria à mesma coisa. Te respeita por ter tomado a decisão certa...a decisão que ela também tomaria. —ele sorriu—E ela quer estar perto de Renesmee, não vai conseguir se agir como antes com você.
—É. Meio que percebi isso quanto a vi com Ness.
—Ela está feliz, não só ela, Carlisle, também. Se Rose pudesse passaria a noite aqui só para poder ficar com Renesmee o tempo todo.
Edward ficou um tempo em silencio depois acrescentou olhando a janela do meu quarto.
—Carlisle disse que vocês tinham voltado para La push, ela está aqui também?
—Não, ela ficou lá. Voltei para cuidar de Charlie.
—Se arrisca fazendo isso.
—Não se preocupe. Não sou tão frágil quanto antes.
—Não... Não é. — Ele disse de cabeça baixa,eu não entendi o que quis dizer, se estava concordando ou sendo sarcástico ,mas também não perguntei.
Edward e eu suspiramos ao mesmo tempo.
—Eu devia lamentar por trazer transtornos a seu casamento... mas não posso. Saber que não está mais com o cão, me dá esperanças. Uma pequena probabilidade que talvez você volte para mim.
—É só deixar que você estrague o momento. — Falei carrancuda.
—Desculpe. —Ele virou a cabeça para o outro lado,e ficou olhando a janela do meu quarto novamente.
—Tudo bem. Sabia que algo assim aconteceria quando ele descobrisse. E não posso te culpar por ter esperanças... eu também já tive.
Mais um minuto de silencio.
—Muitas vezes imagino como seria se tivesse voltado antes.Se tivesse sucumbido a vontade de está perto de você,o que aconteceria.O que teria sido.
—O que podia ter sido. Talvez fosse exatamente como agora.
—Não. Teria sido diferente.Você ainda me amaria.Teríamos sido felizes. —Ele falou ainda olhando para a janela.
Eu não respondi.
Há muito tempo não imaginava como as coisas seriam se não tivesse Jacob na minha vida.
Não conseguia nem imaginar o cenário que ele pintava.

1 comentários:

lorysblack disse...

Meu Deus Nick kd o Jake?????????
To ficando tensa!!!!!!!!!!!!!!!!!rrsrsrsrsrs

UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP UP

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.