Sejam Bem Vindos ao Blog Twilight A Saga Contínua!!! Comentem As Fics!

Capitulo 25 - Confusão

Estávamos olhando nos olhos um do outro.
Já havia passado muito tempo que estávamos assim.
Eu suspirei e olhei para baixo.
—Me diga Bella alguma vez você me odiou?
—Não. O tempo todo eu sentia apenas dor. —Respirei fundo lembrando daquele tempo enfadonho — Pensava ser de uma ironia cruel, ter o que mais ansiava em troca do que não suportava perder. Ódio... Nunca. Eu não poderia. Afinal, você me deu Renesmee.
—Não sabe o quanto sinto...
Sorrir e acenei para ele dispensando seu pedido de desculpas.
—Já passamos dessa fase, lembra?
Ele sorriu também, o sorriso não chegou a seus olhos.
—Fiquei surpresa vendo Rosalie com Carlisle hoje. —Mudei de assunto sem sutileza nenhuma — Imaginei que Alice viria primeiro.
Pensei, mostrando a ele.
Alice saltitante em cima do globo terrestre. A imagem perfeita da dona do mundo, sempre conseguindo o que quer.
Edward riu baixo, mas exultante inclinando a cabeça para trás.
—Gostaria que pudesse ler minha mente — falou—Assim você veria como foi. Emmett e Jasper tiveram momentos difíceis no meio da briga das duas. Eu fugi. Tenho certeza que se os dois pudessem teriam feito o mesmo. Foi assustador — Ele riu balançando a cabeça. —Você mulheres são as criaturas mais perigosas que já conheci.
Mostrei língua para ele.
Homens!
Sempre querendo nos taxar como descontroladas.
—Pode acreditar quando Rose esta motivada, nem Alice ganha dela. Como disse... Assustador!
—Então Alice perdeu a briga. —Comentei rindo, era difícil imaginar a derrota de Alice, ela geralmente é totalmente inescrupulosa quando quer algo.
—Você já viu Rose de mau humor?
—Não.
—Nem queira...Alice também não quis. —Ele gargalhou de novo,como se a memória fosse extremamente engraçada.
O olhei fixamente.
Já fazia tanto tempo que não ouvia o som de suas risadas.
—O que foi? —Perguntou quando se virou e deu de cara com meu olhar abismado.
—Nada.Só... —Pigarreei — só imaginando como Alice ficou depois de ter perdido o argumento.
Edward deu um sorriso angelical e inocente deixando claro que sabia que eu estava mentindo.
—Alice sempre será Alice.Então ela saiu de queixo erguido da sala murmurando que tinha muito que fazer,de qualquer maneira e não poderia sair —Ele sorriu de lado,como eu me lembrava — Devo avisá-la...
—Sim, por favor. Quando se trata da Alice todo aviso é pouco! —Minha testa já estava franzida imaginando atrocidades feitas pela aquela vampira espevitada.
Edward riu da minha expressão.
Mas uma vez não contive o impulso e fiquei olhando para ele feito idiota, de onde tinha saído todo esse bom humor?
—O “muito que fazer” se trata exclusivamente de abastecer o Closet de Renesmee, que é maior que o quarto dela. Que já está todo decorado e pronto para ser habitado, por pelo menos cinco pessoas. Ocupa o terceiro andar quase todo. Tenho sorte de ainda ter meu quarto.
Resmunguei algo incoerente por um longo e ininterrupto minuto.
Edward estava quase caindo da arvore de tanto que ria enquanto olhava para mim.
Olhei feio para ele e as gargalhadas pararam.
—Desculpe. —Falou sem parecer nem um pouco arrependido, e seus lábios tremiam nos cantos enquanto tentava reprimir o riso. — É que sua expressão é a coisa mais engraçada que eu vejo em anos.
—Que bom que eu divirto você. —Falei seca e joguei nele um pedacinho do galho da arvore.
Fiz uma careta quando não acertou e seu sorriso ficou maior ainda.
—Por que tanto espanto?Acredite, pensei que você tivesse visto algo pavoroso, enquanto falava nesse novo dialeto — O sorriso de Edward estava tão grande que parecia que ia machucar suas bochechas, enquanto ele tentava me provocar.
O ignorei, eu não daria esse gostinho a ele,de me ver irritada;
—Estou com pena de Ness. Eu lembro bem o que Alice fazia comigo.
Fingir estremecer de pavor.
Mostrando a ele todas as vezes que tinha sido cobaia dela.
Edward riu e eu também ,minha risada parecia um tanto histérica,enquanto pensava no quanto esse momento parecia estranho.
Nós dois aqui sentados em uma arvore, rindo de situações do tempo em que estávamos juntos.
Quando ele parou abruptamente, olhei atônica para o lugar que ele encarava.
E então eu vi.
Jake estava parado na beira da floresta, seu olhar duro e frio em meu rosto.
A expressão de traição que ele tinha rivalizava com a que ele fez quando descobriu que Edward tinha me beijado.
Ficamos nos olhando por um segundo.Sua expressão se tornou desprezo e ele virou o rosto.
Edward continuou sentado imóvel e em silencio.
Eu pulei da arvore e dei dois passos na direção de Jacob.
Ele fez o mesmo só que se afastando de mim.
—Não... —Sussurrei me amaldiçoando por dentro só de imaginar o que ele deve ter pensado quando viu essa cena.
Um tremor violento passou pela sua coluna e um lobo enorme corria para a floresta antes mesmo que eu pudesse me dar conta da sua transformação.
De novo não!
Pensei desesperadamente e comecei a correr atrás dele.
O desespero me deu forças, para conseguir alcançá-lo — porque Jake era muito rápido.
Mais rápido que qualquer lobo da mantilha e certamente mais que eu.
Ele uivou quando cheguei perto.
Aumentou a velocidade e correu em direção a reserva, eu o perdi de vista.
Continuei correndo, ia seguir o rastro dele nem que para isso fosse ficar correndo por dias.
Quando cheguei ao fim do rastro, ele estava na sua forma humana, andando nu em direção a casa do Billy.
—Jacob!
Ele não respondeu continuou andando.
—Espere!
—Eu não queria interromper. —Sua voz saiu cínica, dura.
—Pare com isso Jacob. —Falei e segurei seu braço, agora eu era a mais rápida, em um milésimo estava na frente dele. —Você não interrompeu nada.
—Não foi o que pareceu. Agora me solte Bella, tenho mais o que fazer — Ele falou em um tom amargo encarando insistentemente um ponto acima da minha cabeça. —Você volte para lá, tenho certeza que poderão recomeçar de onde pararam.
—Não fale assim. Precisamos conversar Jake. — Falei me agarrando ainda mais nele quando ele tentou sacudir minha mão que estava no seu peito.
—Não quero ouvir mentiras. — Dessa vez ele usou força, pegou meus pulsos e me afastou.
—Eu não vou mentir para você. —Sussurrei
—Claro que não. — Falou sarcasticamente.
Ele se virou e marchou até nosso quarto, pegou um short no armário, vestiu, e sentou na cama, me lançando um olhar frio.
Fechei a porta e continuei de costas para ele com a testa encostada na parede.
—Então vamos lá, diga. —Sua voz foi mais fria que seu olhar.
—Você sabe da verdade Jake. — Falei em tom implorativo — Porque é tão difícil me perdoar?
—Verdade?O que eu sei é que o que você me mostrou. —Me virei assustada com seu tom de voz, era tão restringido, parecia que seus dentes estavam unidos por uma viga. —O que me faz acreditar ainda menos depois de como vi vocês juntos.
Andei até ele e me ajoelhei na sua frente,para ele não fugir do meu olhar.
—Eu mostrei a verdade—Falei colocando as mãos em suas pernas.
Ele estremeceu com meu toque,mas não tentou tira-las de lá como havia feito antes.
—Mesmo assim foi ruim o bastante. Tem idéia do que foi para mim? — quando ele perguntou isso suas mãos estavam agarradas na beirada do colchão parecia tomar uma enorme quantidade de controle mantê-las paradas. — Saber que deixou que ele te tocasse?Sentir o cheiro dele em você?Pior ainda!Ver pelos seus olhos como se sentiu quando ele a tocou? —Perguntou entre dentes.
—Eu não sentir nada! — Sussurrei para minha voz não falhar, porque nem eu tinha certeza do que senti.Estava com medo de estar mentindo.
—Mentira!Não minta para mim. — ele gritou e abruptamente se inclinou na minha direção.
Jake segurou meu rosto entre suas mãos, não foi como na floresta,não tinha força no seu aperto, suas mãos estavam tão delicadas quanto sua voz quando ele falou de novo
— Não minta para você.
Sentia tanta falta de Jake que mesmo nesse momento, o alivio do seu toque foi imediato.
Como se eu estivesse em agonia e seu toque afastasse a dor.
Coloquei minhas mãos sobre as dele.
—Não estou ment...
—Pare.Agora mesmo. —Ele soltou meu rosto — Se valoriza minha sanidade, não termine essa frase, Bella.
Ele levantou e se afastou de mim em direção a porta.
Em um milésimo eu estava encostada nela bloqueando sua saída.
Nos encaramos por um momento,eu não deixaria ele fugir.
Ele tentou abrir a porta, eu não deixei ,Jacob viu que não passaria por mim tão fácil e soltou a maçaneta.
Olhou para o lado sua mandíbula apertada.
—Você o ama não tente negar isso. — Sua voz era triste, revoltada.
—Eu. Não. O. Amo.
—Não faça isso. —Ele gemeu
—O que?
—Não continue mentindo. —falou tocando meu rosto só com as pontas dos dedos—Não destrua o que sinto por você, me tratando como idiota.
O que eu poderia dizer?
Que ele estava certo, que sentia alguma coisa por Edward ?Eu não poderia dizer isso.
Estaria mentindo, porque nem para mim estava claro.
—Jake... — Seu nome saiu como um soluço, eu não via como resolver essa situação, eu não sabia a verdade e não poderia mentir.
Jacob esperou que eu dissesse alguma coisa, ele olhou para sua mão no meu rosto como se fosse de outra pessoa, suspirou, e a tirou de lá.
Fechei os olhos sentindo as lagrimas me vencerem,
Jacob puxou com força a porta dessa vez.
Me pressionei mais forte contra ela.
—Por favor, não faça isso. — Falei minha voz embargada com o choro.
—Diga a verdade Bella, ou me deixe ir.
Seus olhos não deixaram meu rosto, ele parecia ver minha alma do jeito que me encarava .
Esse olhar fez com que eu desabasse.
—Eu não sei! — Me afastei dele chorando, derrotada por essa verdade sair pelos meus lábios.
Sentei na cama e coloquei o rosto entre as mãos,tentado abafar o choro.
Puxei uma grande quantidade de ar para tentar falar, minha garganta parecia inchada.
Jake queria a verdade então tentaria dar a ele, mesmo que eu não soubesse direito qual é.
— Às vezes eu sinto magoa, raiva, dor... por não conseguir esquecer tudo,por pensar nele as vezes — Sussurrei — Não estou mentindo para você.Eu não sei o que senti quando ele me beijou. Eu não sei se talvez ainda o ame...mas sei que é diferente de antes.Diferente de como amo você.
Ele soltou um som de repulsa do fundo da garganta, eu não olhei para ver sua expressão, tinha medo do que veria.
—É como um... eco do amor que sentia no passado,mais carregado de dor. Eu não sei explicar, porque não sei como me sinto. —Sussurrei minha voz tão fraca que me perguntei se ele poderia ouvir.
Dessa vez olhei para ver sua reação as minhas palavras.
Jacob assentiu para si mesmo, como se esperasse que minha resposta fosse exatamente essa.
Ele olhou para mim, esse olhar me assustou.
Era distante como se tivesse uma parede entre nós.
—Como espera que eu viva assim?Na duvida, o tempo todo. Temendo que esse eco vire o antigo amor doentio que você sentia por ele. — Jake falava entre dentes, e enquanto suas palavras saiam ,podia ouvir a dor e a raiva na sua voz. — Sempre imaginando se você esta pensando nele. Se você o deixou toca-la de novo. Tem idéia do quanto isso é insuportável para mim?
—Não significou nada, não mudou o que sinto por você. — Minha voz soou fraca, quebrando em lugares estranhos.
—Pode começar a significar e é isso que importa.
—Eu amo você, é isso que importa! — disse escorregando da beira da cama para o chão e falando entre os soluços — Eu sinto que vou morrer cada minuto que vejo que não está mais ao meu lado. Está me matando saber que te magôo a cada atitude egoísta que tenho. Dói sentir que estou traindo nosso amor, estando ao lado de Edward, depois de tudo que aconteceu. —Continuei sussurrando, eu não tinha força para mais— Mas não posso evitar, é a felicidade de Nessie que está em jogo.
—É a nossa felicidade que está em jogo. —Ele respirou fundo e falou controlado como sempre fazia depois que tomava uma decisão — Você fez uma escolha Bella, fique com ela.
— Eu não sei se consigo suportar mais. —Olhei para cima e o vi me olhar, extremamente agoniado.
Ficou me olhando no chão por um longo tempo, fez menção de se aproximar depois mudou de idéia e saiu do quarto.
—Você o odeia pelo que fez comigo. —Gemi me encolhendo em uma bola no chão — Mas está fazendo o mesmo... E por causa dele.

Autora:Nick_fic

3 comentários:

lorysblack disse...

Aiiiiiiii to tensa com essa parte viu!!!!!!!!
Ai meu santo Deus ela agora não sabe o que sente pelo Gelinhuu???Fala sério!!!!
Ai num to gostando disso viu!!!!kkkkk é serio
Bom mais vou continuar lendo!!!!
mesmo assim!!!!!!!
Kd o pov do jake????????????

Meg Araujo disse...

Ah, eu tenho peninha do Jacob, mas acho que a Bela nunca deixará de amar o Edward, de uma forma ou de outra.
Parabéns, Mônica, sua fic tá show.

Anônimo disse...

Menina, abafa o caso, eu pirei na batatinha, to tensa com tudo isso, nao sou vc mais nao quero que a bela volte com o ed....o jacob merece ser feliz com ela..ppooooorrrr favorrrrrrrrrrrrr nao demora pra postar o proximo capitulo que eu to que nem doida pra saber o que vai acontecer...bj e parabens ta show de bola tua fic...

carla cristina - manaus am

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.