Sejam Bem Vindos ao Blog Twilight A Saga Contínua!!! Comentem As Fics!

Capitulo Vigessimo Nono

E a vida se seguiu,não com medo e nem pressão e sim com muito amor,um amor que não consegue ser quebrado com palavras ou gestos,um amor mágico,que mesmo que o tempo e as pessoas tentem acabar,continua ali,bem no fundo dos nossos corações.
Cuidando de nossos filhos e nos amando muito,mesmo com as visitas constantes dos Volture,tentando achar uma brecha para nos arrastar para Voltera.
Aquela noite está num passado recente,se passou sete anos dês do acontecido,minhas filhas estão mais lindas do que nunca e não envelheceram nem um segundo,o mesmo caminho trilha Ryan.
Nicole e Fabrício se casaram faz dois anos,ele finalmente conquistou a mulher amada,fiquei feliz com isso.
Leah e John foram pelo mesmo caminho,se casaram,para a total satisfação de Mandy que ficou radiante com a união dos pais,isso aconteceu a dois anos.
Edward meio que conseguiu impor sua presença em nossas vidas,tem uma ótima relação comigo e com as meus filhos,até mesmo com Jake que ele parou definitivamente de chamar de cachorro,o perdão veio aos poucos e as expressões de carinho chegaram logo em seguida,ele agora é o avo das minhas filhas.
Minhas filhas foram pedidas em casamento a exatamente dois meses e Ryan seguiu nesse embalo também pedindo Mandy em casamento,Alice ficou animadíssima e disse que não aceitaria não como resposta e sim,iria organizar o casamento deles,como Alice consegue tudo que quer,eles acabaram cedendo
Hoje é o tão esperado dia do casamento delas,estou ajudando a arrumar minhas ferinhas e Ryan está com Jacob,que mesmo não gostando do casamento de suas princesas,está ajudando e organizando tudo.As duas estão nervosas,de mais para o meu gosto,estão com medo da lua de mel,pode?
É isso mesmo,Embry e Seth estão literalmente matando cachorro a grito,afinal eles não tocam minhas filhas fisicamente com medo do alfa e de irmão de suas amadas que mesmo mais novo,pode arrancar a cabeça dos dois com extrema facilidade.
Ryan e Mandy pelo que meu filho me disse e olha que me conta tudo,quase chegaram lá,mas ele parou,querendo esperar até o casamento,querendo respeitá-la,mantendo uma tradição que eu quebrei e ele sabe disso,porém ele não conseguiu por muito tempo e os dois já dormem juntos a quase dois anos.
-Mãe!-Chamou Sarah.
-Sim amor?-Digo ajeitando o vestido dela,é branco de lado,com detalhes bordados em tom chá,o de Nina é branco tomara que caia,com detalhe brilhantes no busto.
-Estou com medo.-Disse séria e Nina se juntou a nós duas.
-Também mãe,sabe mesmo sabendo como Acontece.-Disse meio sem jeito.-É estranho.-Concluiu fazendo careta.
-Não é estranho,é muito bom e.-Respiro fundo.-E principalmente sendo feito com amor.-Disse e elas sorriram.
-Vai doer?-Pergunta Nina.
-No começo doe sim,não vou mentir,porém depois vocês vão gostar muito.-Disse com um sorriso.
As duas se entreolharam e sorriram abertamente,terminei de arrumá-las e Jake entrou no quarto junto com Ryan.
-Nossa como as minhas duas irmãs estão gatas.-Disse Ryan com aquele sorriso que herdou de Jake.-E minha mãe não fica atrás.-Disse me fazendo dar uma volta.
-É o meu amor está maravilhosa.-Disse beijando o meu pescoço.
Mesmo achando que é um exagero deixei passar,estou usando um vestido preto tomara que caia,com os cabelos soltos.
-Vamos minhas filhas?-Pergunta Jake e as duas suspiram pegando cada uma um braço e seguindo.
-Mãe me concede a honra?-Disse me mostrando seu braço.
-Claro que sim.-Digo pegando seu braço.
Encaminhamos-nos para o juiz,com Rose ao piano,o casamento foi perfeito,se minha mãe pudesse chorar claramente teria derramado inúmeras lágrimas e se descabelado toda,quase morri de ri com isso,Jacob está nervoso e muito feliz ao mesmo tempo.
A cerimônia transcorreu perfeitamente,nunca fiquei tão feliz como hoje,nunca é uma palavra muito forte,pois a eternidade nos aguarda,Edward se aproxima e mesmo todos esses anos eu nunca consegui chamá-lo novamente de pai,talvez seja pela a minha amargura antiga ou pelo simples fato de não conseguir pronunciar essa palavra,ou ambas as coisas,porém hoje me sinto leve e satisfeita com as minhas escolhas depois da descoberta.
-Pai.-Chamo e ele abre aquele enorme sorriso.
-Pensei que nunca mais iria ouvir isso.-Disse em meu ouvido.
-O tempo melhora tudo.-Falei beijando seu rosto.
Ficamos assim por um tempo,ele me passando todos seu carinho e amor,por um simples abraço,Jake observa a cena de longe sorrindo,com tudo que vê,meu pai me da um beijo na testa e eu vou ao encontro do meu amor,do homem da minha existência,na verdade do lobo minha existência,quando chego perto dele ele me abraça e me da um abraço apertado,beijando o meu pescoço.
-Eu te amo,Renesmee Carlie Black.-Disse olhando no fundo dos meus olhos e me perco naquela imensidão negra.
-Eu te amo Jacob Black.-Respondi,não a mais nada para falar a não ser isso.
-Para sempre.-Disse sorrindo,aquele sorriso que me tira o fôlego,que me tira o chão,que faz o meu coração disparar e se encher de amor,dês de pequena,o meu sorriso.
-Para sempre meu amor.-Disse e selamos nossa jura de amor com um beijo.
Essa foi uma de muitas juras de amor que trocamos,afinal temos a eternidade para nos amar e existi,sempre um ao lado do outro.

Fim.


“A mentira é o fruto do medo. Do medo que temos, Acima de tudo o resto, De Nós próprios. De nos confrontarmos com a Verdade, Com a transparência, Com o rigor e a atitude, no Ser e no Estar. A mentira é oportuna e dá jeito. É oportuna porque salvaguarda-nos em qualquer situação (mesmo as mais mirabolantes). Dá jeito porque aligeira soluções e resolve no imediato incertezas e dúvidas e até crises existenciais. Há mentiras piedosas. São inócuas. Não prejudicam nem lesam. Mantêm o “verde” no Jardim. Outras mentiras são atrozes e cruéis. Pior: Há vidas de mentira permanente, Vestidas de um faz-de-conta dos Contos de Fadas, onde o Jardim se reveste de mil cores e mil flores. Todas de plástico.”
Autor desconhecido.


Autora: Manuca

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.